Dieta Paleolítica: conheça os prós e contras do método para emagrecer

A nova dieta da moda, que propõe alimentação semelhante a do homem paleolítico, a Dieta Paleolítica! Jejum prolongado, carne à vontade e zero carboidrato são alguns dos pilares da dieta.

Para saber mais sobre a dieta paleolítica iniciaremos assim: Há mais de 15 mil anos nossos ancestrais viviam em cavernas, não tinham cozinhas nem supermercados e obtinham sua comida principalmente da caça e coleta, ou seja, a alimentação era muito diferente da que temos hoje, com massas, produtos industrializados e uma infinidade de opções.

Mas qual seria sua reação se alguém lhe dissesse que o melhor para sua saúde é voltar àquele estilo de vida do período Paleolítico?Dieta PaleolíticaNa verdade, isso foi feito pelo biólogo e ex-atleta norte-americano Mark Sisson. Ele prega um estilo de vida da Idade da Pedra, que inclui não só mudanças na dieta, como também no dia a dia, insistindo para as pessoas trabalharem em pé, se movimentarem mais e até mesmo andarem descalças por aí.

Mas o que caiu mesmo na boca do povo foi a alimentação, e a chamada dieta paleolítica

Está sendo adotada por muitas pessoas com promessas de emagrecimento e também de um estilo de vida mais saudável e considerado naturalista.

Dieta Paleolítica

E o atrativo principal está justamente em seu lado mais inusitado, ao pregar jejum prolongado, o consumo de carne à vontade e a restrição de carboidratos no maior estilo homem das cavernas. Desvendamos, com ajuda de especialistas, os pilares desse cardápio e quais os prós e contras de cada um deles. Confira:

  • Carne à vontade

A carne proveniente de todos os tipos de animais era a base da alimentação no período Paleolítico, e de acordo com Sisson ela deve voltar a ter esse mesmo papel. Realmente, o consumo adequado delas é importante. “Elas são fontes de proteínas, nutrientes de extrema importância na nossa alimentação uma vez que fazem parte da composição muscular e recuperação dos tecidos, além de ser substrato para produção de hormônios, enzimas, anticorpos e outros agentes metabólicos”, considera a nutricionista Paula Crook, da PB Consultoria em Nutrição.

E é nas carnes que estão concentradas as maiores quantidade de aminoácidos essenciais, aqueles que não produzimos naturalmente em nosso organismo.

Por outro lado, é preciso tomar cuidado com esse “à vontade”. Proteínas em excesso podem causar efeitos colaterais, como a retirada do cálcio dos ossos, a acidificação do sangue e uma sobrecarga nos rins. O limite indicado pela OMS é o consumo de no máximo 30% das nossas calorias diárias corresponder à proteína.

Uma conta mais fácil de adotar é consumir ao dia dois gramas de proteínas a cada quilo que você pese. Por exemplo, se você pesa 60 quilos, deve consumir 120 gramas desse macronutriente.

E vale lembrar que a quantidade de proteína não equivale ao peso total do alimento. Um bife de contrafilé de 100 gramas possui 30 gramas do nutriente, por exemplo.

Além disso, é preciso tomar cuidado com a carne escolhida. “Os peixes são ótimas escolhas, por terem gorduras importantes para o nosso corpo, já as carnes vermelhas tem um índice alto de gordura saturada, dependendo do corte, e estudos relacionam seu consumo com o aumento da incidência de câncer”, alerta o nutrólogo Roberto Navarro, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

Saiba mais em  www.ijuiempauta.com.br.

Espero que tenham gostado do artigo, e aproveitem o e-Book de 10 sucos gratuitos para fazer no conforto de sua casa. Para complementar sua dieta paleolítica.

http://www.vivermaiscomsaudealoevera.com.br/e-book_10sucos

Curta nossa página e compartilhe com seus amigos! Obrigada, um grande abraço – Magda Reis

 

 

 

 

[vitrine-hot id=1]
[notificacao id=”1″]

Magda Elena

Magda Reis é artesã e adora fazer artesanatos. Desde fevereiro de 2016 começou um novo empreendimento no Marketing Digital. Com Várias dicas e receitas, também transformar vidas querendo trabalhar em casa, para terem uma vida mais saudável e renda extra, em seu Blog Saúde e Bem Estar. Sejam Bem Vindos!

Website: http://www.vivermaiscomsaudealoevera.com.br

2 Comentários

  1. legal Magda show de bola o artigo apenas uma pequena sugestão construtiva deixar os parágrafos um pouco menores assim melhora a leitura do seu visitante. Parabéns pelo artigo Amiga ficou show

    • Obrigada Ronaldo. Sugestões pra mim são muito bem vindas. Um grande abraço

Deixe aqui seu comentário!